EDITORIAS:

sábado, 22 de novembro de 2014

NOTAS E AVALIAÇÕES: INTER 2X1 ATLÉTICO MG

Redação e Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens / Vídeo: YouTube




INTERNACIONAL: Foi um dos jogos mais dramáticos da temporada. O Inter foi surpreendido pela velocidade do time alternativo do Atlético-MG. Enervou-se, abusou de passes errados, tentou equilibrar a correria e acabou cansando. Fabrício flutuou entre ser vilão e herói. Cometeu o pênalti convertido pelo time mineiro e garantiu a vitória no final. Outros que foram bem: Alan Costa, Alisson, Rafael Moura que perdeu boas chances de gol e Valdívia que ao entrar deu novo "pulmão" ao time.

NOTA: 8

ABEL BRAGA: Escalou o time em uma tática diferente, que não havia utilizado ainda, três zagueiros. Promoveu o retorno de Jorge Henrique ao meio campo. Time não teve posse nem criatividade e Abel não fez nenhuma alteração nesse sentido, manteve a ideia de jogo e apenas se defendeu.

NOTA: 8 / MÉDIA GERAL: 8

ATLÉTICO MG: Foi a campo com uma gurizada que quis mostrar serviço e conseguiu e se não fosse a desatenção no fim da partida, tinha saído do Beira Rio com um empate positivo. Souber reagir com velocidade quando tomou o primeiro gol indo pra cima do Inter, empatou, mas depois foi perdendo força odensiva e aos pouco foi cedendo espaço. Pecou pela inexperiência.

NOTA: 7

LEVIR CULPI: Escalou im time de jovens, deixando os titulares para a final da Copa do Brasil dia 26. Explorou a velocidade de contra ataque, confiando a gurizada um ímpeto que o colorado não esperava.

NOTA: 7 / MÉDIA GERAL: 7

ARBITRAGEM: Pericles Bassols Cortez (RJ) / Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Gilberto Stina Pereira (RJ) não tiveram coragem de marcar o pênalti de Fabrício, mas o segundo pênalti cometido por Gilberto que poderia ter mudado o rumo da partida. Deu 4 amarelos para o time colorado, mas nenhum para o time mineiro. No mais levaram o jogo dentro da normalidade.

NOTA: 7


Veja os gols:


CRÔNICA, GOLS E COLETIVAS: INTER 2X1 ATLÉTICO MG

Redação e Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens / Vídeo: YouTube



A torcida do Internacional, que lotou o Beira-Rio neste sábado e esperava uma vitória fácil em cima dos reservas do Atlético-MG, sofreu bastante durante todo o tempo e só respirou aliviada nos acréscimos. O Colorado venceu por 2 a 1, mas encontrou problemas na boa marcação atleticana, que chegou a irritar os atletas em campo. O triunfo coloca os gaúchos no G-4 do Campeonato Brasileiro.

A primeira boa jogada do ataque do Internacional terminou em gol de Rafael Moura, depois de assistência de Jorge Henrique. Logo na sequência, o jovem Dodô empatou em cobrança de pênalti. Nos acréscimos do jogo, aos 49 minutos do segundo tempo, o Internacional achou um gol com Fabrício e venceu a partida. Com o resultado, o Inter chega aos 63 pontos e tira os atleticanos do grupo dos quatro primeiros.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG terá compromisso contra o Coritiba, em jogo no dia 30 de novembro, no Independência. Porém, antes disso, o Galo terá pela frente a decisão da Copa do Brasil, quarta-feira, contra o arquirrival Cruzeiro, com os titulares descansados, já que foram preservados neste sábado. Já o Internacional recebe o Palmeiras, sábado, no Beira Rio.

Jogo completo e gols:



Coletivas:

Abel Braga > "Não sei se vamos para Libertadores, vamos lutar. É muito importante para nós. Será um título sem troféu. Mas eu queria ter feito mais, porque temos um grupo de jogadores excepcional. O nosso ambiente é incrível, não dá para explicar. É incrível presenciar o que eu presenciei. Essa última bola, com o jogador que tinha feito o pênalti... As lágrimas do Gentil, dentro do vestiário. São lágrimas da alma. Eu cheguei aqui em julho de 88 e o seu Gentil já estava. Ele nunca entregou uma camisa a um jogador com uma mão. Sempre foi com as duas. Essa vitória foi para ele. Seu Gentil é o maior de todos os colorados. Tivemos dois tempos completamente distindos. Esse jogo era extremamente importante. Eu, por ser humano, passei da conta na motivação. No intervalo, disse aos jogadores que pegaria água com açúcar para eles. Acalmei a equipe. Volgamos para o segunto tempo mais perto daquilo que a gente costuma jogar, e acreditando até a última bola. Ao contrário do que muita gente fala, que o time está mal fisicamente. Uma coisa que eu nunca tinha acontecido: fiquei maravilhado com D'Alessandro no lado esquerdo! Então você vê, mesmo com uma vitória sofrida, o placar se ajusta. O Alisson, no segundo tempo, não fez nenhuma defesa".


Levir Culpi > "Jogamos o tempo inteiro procurando as oportunidades, não fomos um time covarde. As oportunidades apareceram. Não vou comentar o pênalti não marcado, mas isso pesa muito. Estamos vivendo um momento mágico de entrosamento e entrega, mas tivemos problemas durante o jogo, porque não temos um time tão encaixado e entrosado como o do Inter. Essa formação nossa pouco jogou. A possibilidade de uma penalidade poderia reverter 2 a 1. Já fomos beneficiados em algumas oportunidades, todos os times são prejudicados e beneficiados. Fica visível pela atitude da arbitragem, fico triste por este ponto, não por nós perdermos. Foi importante a participação de todos. Os gols foram todos normais. Voltamos para casa reforçados para quarta-feira".

Ficha Técnica:

Árbitro: Pericles Bassols Cortez (RJ) / Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Gilberto Stina Pereira (RJ) / Cartões amarelos: Aránguiz (INT), Fabrício (INT), D'Alessandro (INT), Alan Costa (INT); / Gol: Rafael Moura, do Inter, aos 20 do primeiro tempo; Dodô, do Atlético-MG, aos 24 minutos do primeiro tempo; Fabrício, do Inter, aos 49 minutos do segundo tempo.

INTER: Alisson; Gilberto (Valdívia), Ernando, Alan Costa e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex (Wellington Paulista), D'Alessandro e Jorge Henrique (Taiberson); Rafael Moura.
Técnico: Abel Braga

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Tiago, Edcarlos (Dátolo) e Pedro Botelho; Pierre, Josué, Eduardo e Daniel Oliveira; Dodô (Paulinho) e Marion.
Técnico: Levir Culpi

INTER ESTÁ ENTRE OS MAIS POPULARES NA ÁSIA

Redação: Tiago Dias / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens




A Euromericas Sports Marketing, agência argentina, fez um levantamento dos clubes das Américas, mais populares na Ásia e todas as conquistas do Inter entre 2006 e 2011, se refletiu nesse levantamento.

A lista tem como primeiro colocado o Corinthians, seguido por Boca Junior e o América do México, o Santos ficou em quarto enquanto o São Paulo ficou em décimo.

Diretor da Agência, Gerardo Molina explicou como foi feito o levantamento. 

— Dividimos a metodologia em duas partes, vendo a preferência dos simpatizantes e das empresas do continente e cruzando essa base de dados em uma única matriz — disse.

— O trabalho foi possível graças ao suporte das redes sociais e às transmissões em rede pela televisão, o que faz com que cada vez mais pessoas possam acompanhar equipes e até tornarem-se fanáticas por elas, apesar da distância — finalizou.

PARÁ ADMITE INTERESSE DO FLAMENGO, MAS FOCA NO GRÊMIO

Redação: LancePress / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens

A lateral direita do Flamengo sempre teve Léo Moura como protagonista. Desde que chegou à Gávea, em 2005, o jogador figurou entre os titulares e nunca teve uma real disputa pela posição. Dez anos se passaram, hoje ele tem 36 de idade, e continua sendo o que mais joga – das 66 partidas deste ano, Léo Moura entrou em 48. Com o natural desgaste físico, a diretoria rubro-negra decidiu manter a negociação com o Grêmio pelo lateral-direito Pará, nome que Vanderlei Luxemburgo considera ideal para aliviar o atual camisa 2 em 2015, além do volante Matheus Biteco, visando abater a dívida dos gaúchos por Rodrigo Mendes.

Questionado, na coletiva de imprensa, sobre o interesse por Pará, o técnico Vanderlei Luxemburgo saiu pela tangente: "Tem Pará, Paraná, Amazônas, Ceará".

Léo Moura sabe da necessidade de ter um reserva à altura, visando alternar os jogos como titular e manter o bom nível em campo. Nesta temporada, Léo foi o responsável por substituir o titular, mas as frequentes lesões obrigaram o capitão a ser escalado praticamente todas as partidas. Pará chegaria à Gávea justamente para suprir esta função. E os torcedores do Flamengo aprovam o acerto. Em enquete realizada pelo LANCE!Net, 66% dos torcedores afirmaram que Pará é um bom nome para aliviar Léo Moura no próximo ano.

Recentemente, o próprio Pará admitiu o interesse do Flamengo, mas garantiu que tem o desejo de permanecer no Grêmio – o contrato dele com o clube gaúcho vai até o fim da próxima temporada. "Fiquei sabendo (do interesse), mas tenho mais um ano de contrato com o Grêmio e todos sabem meu desejo de ficar no clube. Minha cabeça está no Grêmio".

Vale destacar que Léo Moura está em processo de renovação com o Flamengo e um possível acerto com Pará não influenciaria na permanência do capitão na Gávea até o fim de 2015. Agora, resta aguardar o desfecho desta novela.

INTER INSTALA CALHAS NA COBERTURA

Redação: Tiago Dias / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens




Todo o problema enfrentado durante o jogo contra o Corinthians, que o torcedor colorado enfrentou, durante a chuva com a cachoeira de água que caia nas arquibancadas, bem provável que não ocorra novamente na próxima chuva.

"Aquele dia choveu na arquibancada porque o sistema não estava todo interligado. Era bem onde estavam as emendas", explicou José Amarante, vice de administração.

A obra de escoamento do estádio foi finalizada três dias após o jogo, que consistem em canos de 150mm em cada uma das membranas, alem de uma estrutura em cada viga, que captam a água acumulada na cobertura para levar pelos canos até a parte externa do estádio.

Também visando o reaproveitamento de água para sanitário, gramado, jardins e limpeza, no total 20 módulos fazem a captação da para cisternas e reservatórios, os demais caem por um cano pela cobertura.

ANDRADE GUTIERREZ E A CRISE COM O BEIRA-RIO

Redação: Tiago Dias / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens



A BRio, empresa criada para cuidar da gestão do novo Beira-Rio está com dificuldade de comercializar os produtos do estádio e assim pagar o financiamento da reforma com o lucro.

Ideia sempre foi fazer o estádio render o suficiente para se pagar, mas se as vendas não acontecerem, terá que honrar o empréstimo do próprio caixa. As cadeiras VIPs não são vendidas, nem com promoção, assim como os Skyboces também. Possível receita com grandes show não aconteceu e nem a venda dos Naming Rights.

Durante a reforma foram aparecendo custos novos que não estavam previstos, oriundos de exigências da Prefeitura e Ministério Publico, por isso, não havendo classificação do time para a Libertadores de 2015, a crise financeira pode agravar bastante e a dificuldade de venda será maior.

Cogita-se que o prejuízo da Andrade Gutierrez já estaria em R$ 60 milhões, mas ninguém fala do assunto.

ENTORNO DA ARENA DO GRÊMIO: SOBROU PARA A OAS!!!

Redação: Victor Thompsen / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens

PREFEITURA REVOGA TERMO E OAS TERÁ DE REALIZAR OBRAS NO ENTORNO DA ARENA

Eis um modelo de como deverá ficar o entorno da Arena do Grêmio


A prefeitura de Porto Alegre revogou o termo de compromisso firmado em abril de 2012 que isentava a empreiteira OAS de realizar obras no entorno da Arena. A revogação foi publicada no Diário Oficial do Município desta sexta-feira.

Para não ingressar na Justiça contra a prefeitura e a construtora, a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público do Ministério Público cobrou que esse termo fosse revogado. Desde abril, a prefeitura já indicava que faria o cancelamento.

A OAS por sua vez reconhece a competência de realizar algumas obras no entorno da Arena, porem não definiu que obras serão essas. A outra parte das obras seria discutida na justiça gaucha.

As obras, que deveriam ser realizadas pela OAS, constam no Relatório de Impacto Ambiental firmado antes da construção da Arena. Em agosto do ano passado, a Prefeitura estimou que as obras do entorno do estadio atingiriam R$ 128 milhões.

Em outubro do ano passado a Promotoria e o Ministério Público de Contas recomendaram o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati que não realize nenhuma obra no entorno da Arena do Grêmio com recursos públicos.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

GOLEIRO DO INTER É CAMPEÃO COM SELEÇÃO

Redação: Victor Thompsen / Produção: @rsesporte_com / Fotos: CBF / Vídeo: CBF TV

O goleiro colorado Jacsson foi campeão com a seleção brasileira na terça-feira. Defendendo a seleção canarinho no torneio de Torneio Internacional de Wuhan, o arqueiro Colorado bateu a anfitriã China na decisão por 2 a 1 e garantiu o título.

Jacsson é o único jogador da seleção que ainda não atua na equipe principal, o garoto de 20 anos atua na equipe subb-23 do Colorado, enquanto Dida, Muriel, Alisson e Agenor ocupam as 4 vagas da equipe principal. 


A equipe treinada por Alexandre Gallo já havia vencido a Coreia do Sul por 3 a 0 e empatado em 2 a 2 com a Austrália. Alem do goleiro do Internacional, um ex-gremista também levantou o caneco. O lateral-Esquerdo Wendell vendido no inicio de 2014 para o Bayer Leverkusen conquistou o Torneio de Wuhan.




O Brasil atuou contra a China da seguinte maneira: Jacsson, Fabinho, Wallace, Dória (capitão) e Wendell (Vinicius Ribeiro); Filipe Augusto, Danilo (Alef), Lucas Evangelista (Vinícius Araújo) e Felipe Anderson; Wellington Silva (Kelvin) e Ryder Matos (Felipe Gedoz).

Confira como foi a campanha da seleção na competição:


INTER DESCOBRE "GATO" NA BASE E RESCINDE COM PROMESSA

Redação: Victor Thompsen / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Tomás Hammes


Uma das grandes promessas da base do Internacional, o meia Fernando Baiano não tem mais nenhum ligação com o clube gaúcho. O motivo da rescisão do jogador foi uma irregularidade em sua idade, Fernando Baiano usava o registro de seu irmão mais novo Ernando Amorim Conceição para diminuir sua idade de 24 para 19 anos.

O "gato" da promessa da base Colorada foi revelada pelo empresário Delcir Sonda, responsável pela contratação de jogadores como D`Alessandro, Kléber e recentemente Aránguiz. Dono do grupo DIS, Sonda denunciou a irregularidade após Guilherme Miranda e Thiago Ferro romperem a parceria com ele e fundaram a Elenko Sports. Fernando Baiano que era agenciado pela DIS, optou por seguir junto com Miranda e Ferro e com isso Sonda decidiu denunciar o "gato" do garoto.


Desde de 2009 no Internacional, Fernando Baiano teve as suspeitas de falsificação da idade denunciada pelo UOL Esporte em setembro e desde então foi afastado da equipe sub-23 do Inter. Nos meses anteriores, o clube chegou a buscar ajuda da Federação Gaúcha de Futebol para apurar o registro e analisou documentos oriundos de Feira de Santana, na Bahia. Recentemente, enfim, ele pediu rescisão do contrato que tinha duração até o fim em janeiro. No último mês Baiano pediu para rescindir com o clube e explicou a história. "Nós ficamos sabendo disso quando ele (jogador) veio e nos falou. Na hora da demissão, ele escreveu uma carta e relatou toda a história. Admitiu que usava os documentos do irmão. Não tivemos escolha", declarou o diretor executivo do inter Jorge Macedo ao UOL Esporte.



Segundo foi apurado pelo UOL Esporte, as desconfianças em relação à idade real de Fernando Baiano são antigas. Há cinco anos, o Internacional já havia buscado os documentos do jogador na Bahia. O único ponto que à época levantou suspeitas foi a certidão de nascimento entregue por Fernando, emitida justamente em 2009, no cartório de São Gonçalo dos Campos, interior baiano. Jorge Macedo também nega essa versão. "Ficamos sabendo mesmo quando ele nos falou (no fim de outubro). Os documentos apresentados eram válidos, originais, então não tinha como um erro ser encontrado. O histórico escolar e o RG, tudo mais", argumento o diretor.

Nas divisões de base do Internacional, com cinco anos a mais que os companheiros e adversários, Fernando Baiano teve trajetória de destaque. Foi campeão nacional na Copa Nike sub-15, chegou à seleção brasileira sub-17 e se transferiu para o Olympique Lyon-FRA. Meses depois, voltou ao Inter, recontratado justamente pelo Grupo DIS.


Ele chegou a treinar mais de uma vez no elenco principal, durante a gestão tampão de Clemer, no final de 2013. Em 2014, participou de dois jogos do Gauchão. Entrou no decorrer do confronto com o São Luiz-RS e foi titular na partida diante do Novo Hamburgo, ambas em janeiro, quando o time sub-23 representava o clube no estadual.


Agora sem clube, Fernando Baiano ex-promessa do Inter tentará em 2015 retomar a carreira no futebol, a Elenko Sports será a responsável por buscar um novo clube para o jogador. 

YGOR PODE JOGAR NA CHINA

Redação: Victor Thompsen / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Divulgação Inter


Com poucas oportunidades no time de Abel Braga, o volante Ygor pode deixar o Colorado no próximo ano. O volante que veio do Figueirense e não conseguiu se firmar ma equipe de Abelão, pode ter no futebol chines o seu destino na próxima temporada.

Segundo o repórter César Fabris, o empresário de Ygor, Eduardo Uram foi a China para ouvir propostas pelo jogador. Embora tenha mais um ano de contrato com o Inter Ygor não descarta deixar o clube. “Eu tenho mais um ano de contrato dentro do Inter. Mas, a gente sabe que futebol é dinâmico”, falou o camisa 21.


O jogador entretanto reitera sua vontade em permanecer no Colorado, clube que torce desde sua infância. “Hoje o que importa é colocar o Inter na Libertadores da América de 2015. O torcedor colorado pode ter certeza que faremos de tudo para obter essa classificação. Espero cumprir meu contrato dentro do Inter. Fiquei muito feliz quando fui contratado”, falou.


Desde 2012 no Internacional, Ygor acumula 57 partidas pelo Inter e apenas um gol marcado contra o Palmeiras.