EDITORIAS:

segunda-feira, 28 de julho de 2014

ROGER MACHADO NÃO É MAIS TÉCNICO DO JUVENTUDE

Redação:João Vitor Goularte / Produção: @rsesporte_com / Fotos: E.C Juventude



A direção do Juventude voltou a se reunir nesta segunda-feira (28) e decidiu pela demissão do técnico Roger Machado, após as duas derrotas seguidas diante do torcedor pela Série C do Campeonato Brasileiro.

Roger sai do Juventude após cinco meses de trabalho. Ele assumiu o time um dia depois da demissão de Geraldo Delamore, em 20 de fevereiro. Na época, ele pegou o time no sexto lugar no Gauchão, com apenas nove pontos. Apesar do início irregular, conseguiu classificar a equipe para as quartas de final. Diante do Grêmio, foi eliminado na Arena.

Na Série C, Roger começou bem. Antes da Copa, o Juventude era vice-líder da chave. Mas a parada mudou as coisas e duas derrotas seguidas em casa, com futebol ruim, derrubaram o treinador.

LUIZ ADRIANO PODE SE NATURALIZAR UCRANIANO

Redação: Victor Thompsen / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens


Há sete anos defendendo o Shakhtar Donetsk, o atacante Luiz Adriano (ex-Inter) já pensa em adotar a nacionalidade ucraniana para poder defender a seleção nacional. Segundo o site www.football.ua a decisão do jogador de 27 anos dependerá de como a situação politica do País do leste europeu ficará.
"É verdade. Tenho a intenção de receber a nacionalidade ucraniana. Mas minha decisão final dependerá da situação na Ucrânia", declarou o atacante, que ainda concluiu "Caso as coisas voltem à normalidade, eu ficaria contente em receber o passaporte ucraniano."

O técnico ucraniano Mikhail Fomenko afirmou que caso Luiz Adriano adotasse a nacionalidade ucraniana, o convocaria.

Desde 2007 no Shakhtar Donetsk Luiz Adriano é um dos brasileiros de maior sucesso na equipe, com 108 gols em 235 partidas Luiz Adriano tem sido peça fundamental nos títulos do Shakhtar como os cinco campeonatos Ucranianos.

ABEL COBRA PREMIAÇÃO DO FLUMINENSE

Redação: Victor Thompsen / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens


Após a vitória sobre o Bahia no sábado, o técnico Abel Braga concedeu uma entrevista coletiva na Fonte Nova e em meio a perguntas sobre a demissão do técnico Marquinho Santos do Bahia, o comandante Colorado cobrou publicamente uma divida do Fluminense, referente ao trabalho realizado em 2012, quando foi campeão Brasileiro.
"Agora vou ver essa situação do Bahia, vai sair o treinador, vai mudar tudo. Estamos brigando com a Federação dos Treinadores. Não recebi ainda o prêmio de 2012. E o time está ali conosco na segunda posição [O Flu é 3º colocado]. Estourou em mim. Eu lamento. Procuro ser correto e ético", disse Abel Braga. "Temos que lutar por nossos direitos", completou.


Campeão Brasileiro com a equipe Carioca e eleito o melhor técnico da competição, Abel Braga deixou o Fluminense em 2013. Em janeiro de 2014 retornou ao Internacional onde conquistou o campeonato Gaúcho, com direito a goleada sobre o Grêmio e atualmente ocupa a 4º posição do Brasileirão, 6 pontos atrás do líder Cruzeiro e um a menos que o vice-líder Corinthians.
"Erramos muito, o time não foi bem. Mas estamos há muito tempo esperando jogar mal e ganhar. Em outras oportunidades fomos bem e não vencemos. Hoje fomos mal e acabamos ganhando", afirmou.

INTER PRONTO PARA ENFRENTAR O CEARÁ, PORÉM COM DESFALQUES

Redação: Nelson Junior / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Alexandre Lops


Wellington e Wellington Silva por questões jurídicas; Aránguiz, Valdívia e Otávio por lesão; Alan Patrick é dúvida.

O Inter enfrentará na quarta-feira dia 30/07 o Ceará válido pela Copa do Brasil, jogo de ida.

O time está preparado. É praticamente o mesmo que enfrentou Flamengo e Bahia, sendo que em ambos saiu vitorioso.

Porém terá desfalques, jogadores de extrema importância para o grupo colorado. Jogadores que exerciam uma função que sabia desenvolver com perfeição, dando um ritmo forte e mais velocidade a equipe.

O principal desfalque é o chileno Aránguiz, que voltou da Copa com algumas sequelas. A lesão se agravou ainda mais no jogo contra o Flamengo, na entrada maldosa do André Santos, lateral rubro-negro.

Provável substituto será Ygor, jogador que entrou contra o Bahia, e que merece uma chance já que está a algum tempo no Inter e pouco mostra dentro de campo, porém não vai suprir a falta do Aránguiz, até por ser um jogador mais de marcação. João Afonso, titular na derrota para o Corinthians, também é opção. Aránguiz sem dúvida é o principal desfalque, mas não o único.

Wellington Silva, lateral que veio do Fluminense e logo já ganhou a vaga de titular, inclusive foi o precursor da vitória sobre o Bahia, será mais um desfalque. O motivo é por questões jurídicas. Wellington Silva já tinha participado de um jogo pela Copa do Brasil, com o Fluminense, e a regra condiz com isto: ele não pode jogar por 2 clubes na Copa do Brasil.

O Inter tem dois jogadores para esta posição, são eles: Claudio Winck e Gilberto. O mais cotado é Winck, que tem um estilo de futebol muito parecido com o Wellington Silva, apoia muito, mas peca na marcação. Talvez seja por isso que ultimamente vem entrando como volante.

Outro desfalque é Wellington. Caso idêntico com o de Wellington Silva, que já tinha jogado pelo São Paulo na Copa do Brasil. Alex é o substituto.

Outro desfalque é Valdívia, que sofreu lesão no músculo adutor da coxa. Será reavaliado hoje.


Otávio, que se recupera de cirurgia na mão, será reavaliado hoje e pode ser liberado. Alan Patrick, que depois do jogo revelou dores musculares, também será reavaliado hoje. Se todos não estiverem a disposição, Eduardo Sasha será a opção.


Provável time: Dida; Winck, Juan, Paulão e Fabrício; Willians, Ygor, Alex, D’alessandro e Alan Patrick; Rafael Moura.

INTER IRÁ EXPLORAR NOVAS ÁREAS DO BEIRA-RIO

Redação: Victor Thompsen / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens / Vídeo: YouTube


A partir de 2015 o complexo Beira-Rio deverá ter nova cara, Com a mudança de presidente no final deste ano e com o novo mandatário assumindo em janeiro o Inter voltará a discutir como serão as novas construções no entorno do estádio.

De imediato, o clube poderá explorar uma área de 70 mil metros quadrados, localizada entre o pátio do estádio, o edifício-garagem e a Rua B — onde antigamente estavam o gramado suplementar, o posto de gasolina e uma loja de equipamentos para piscinas.

Um antigo desejo do clube sempre foi erguer ali um hotel, um centro de convenções e uma torre comercial. O Inter já havia obtido junto a prefeitura uma autorização para erguer prédios de até 17 andares. O problema é que o período de liberação do Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU) já venceu. Era válido por dois anos, o Inter não o utilizou e, agora, ele terá de ser renovado. Encontrando um parceiro que banque as obras, o prazo de construção seria de, no máximo, dois anos. A arrecadação com a exploração seria dividida entre o Inter e a empresa que construísse o complexo, sem envolver a BRio — empresa responsável pela modernização do estádio.

Entre outubro de novembro a parte de alimentação do estádio já deverá dar uma nova cara. A BRio já deu início às locações de suas 44 lojas sob a nova marquise do estádio. Denominado Street Mall (centro comercial), o conjunto já tem 44% de espaços vendidos — de salão de beleza a fast food.

A BRio, que tem direito de explorar a alimentação dentro do estádio, já assinou com a Coca-Cola o fornecimento de bebidas não alcoólicas e já comercializou 55 dos 66 novos bares no interior do Beira-Rio. Passarão a ser temáticos, conforme as locações, para pizzaria (Oca de Savóia), grife de cachorro-quente (Cachorro do Rosário), lanches naturais (Grupo Funny), lanches em geral (Celeiro de Ases) e Pipoca do Inter. Além disso, um restaurante começará a tomar corpo, no terceiro andar do estádio, onde durante a Copa do Mundo se localizou a área Vip da Fifa. O restaurante, porém, não terá vista para o gramado.

Como já havíamos informado na semana passada, o Beira-Rio será casa de shows, em breve o estádio passará a receber shows com até 13 mil pessoas, o chamado Anfiteatro Beira-Rio, localizado atrás da goleira do antigo placar eletrônico. A Brio ainda planeja fazer um palco no meio do gramado, para poder receber shows com até 50 mil espectadores.


Outro projeto que avançará até dezembro é o Sunset Beira-Rio. A esplanada ao lado do edifício-garagem, com vista para o Rio Guaíba. Ali, a empresa montará cafés, quiosques e um chimarródromo, além de contar com espaço para pequenos espetáculos ao ar livre.

QUEM DEVE SER O NOVO TÉCNICO DO GRÊMIO?

Redação: Tiago Dias / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens

Treinadores renomados estão disponíveis. Tite é o desejado.

Após a derrota para o Coritiba em casa, Enderson Moreira não resistiu a outro resultado negativo, juntamente com uma atuação nada convincente e foi demitido logo após o jogo. Agora a Direção do Grêmio corre para contratar seu substituto, para o restante do Brasileirão e ainda a Copa do Brasil.

Veja abaixo, alguns nomes de possíveis técnicos para assumir o Tricolor.

Tite: Sem trabalhar desde que saiu do Corinthians no final de 2013, passou o primeiro semestre descansando e se atualizando, mas aguardando o convite para a Seleção Brasileira. Era o nome mais forte para assumir o Brasil, mas foi descartado e para o seu lugar foi chamado Dunga, agora está atrás de um novo trabalho. Foi cogitado no Japão e agora esta sendo cotado em uma seleção da América do Sul. Empecilho para a sua contratação seria o alto valor de seu salário. Tite é a ficha 1 da Diretoria e com certeza, agradaria a torcida tricolor, quase que na sua totalidade. Foi com Tite o último grande título do Grêmio, a Copa do Brasil em 2001. O representante de Tite, Gilmar Veloz não acredita que Tite assuma algum clube ou seleção em 2014. “O Tite não recebeu convite, mas ele tem um projeto de estudar e se atualizar esse ano, e não assinará com nenhum clube. Tite não deve mudar sua posição. Eu não sou o Tite. O que posso te dizer é que ele ainda não me passou nada. Pelo que conheço dele, dificilmente. Não tem nada com a seleção da Venezuela. E ele não aceitaria. Nesse momento ele entende que não deve fazer nada. Ele já planejou isso. Não vou criar expectativa. Só acredito que essa possibilidade não exista. Tenho 99,9% de certeza que ele não mudará seu projeto" declarou Gilmar.

Felipão: Luiz Felipe Scolari está desempregado após o quarto lugar na Copa do Mundo do Brasil, está com a imagem desgastada pelos resultados, principalmente após os 7x1 sofridos para Alemanha na semifinal. É admirado pela torcida do Grêmio pois foi com ele que o tricolor retomou as glórias e títulos na década de 1990, ganhando Libertadores, Recopa, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Segundo algumas fontes, almoçou com Fabio Koff no meio da semana passada. Ambos negam.

Ney Franco: Teve passagens promissoras em alguns times, mas sempre que faz um bom trabalho logo emplaca um trabalho ruim, São Paulo e último foi o Flamengo, não teve um desempenho bom, vindo do Vitória. Tem passagens pela seleção de base também, atualmente está sem clube.

Alejandro Sabella: Treinador vice-campeão Mundial no Brasil. Exatamente por isso seria uma opção bem cara, tem vínculo com o Tricolor por ter atuado no Tricolor na década de 80. Começou como auxiliar de Daniel Passarela, depois como treinador conquistou uma Libertadores e um Apertura pelo Estudiantes.

Outros nomes que no momento não tem tanta força, mas cotados seriam: Cuca, Sampaoli e Tata Martino.

domingo, 27 de julho de 2014

ENDERSON É DEMITIDO COM 59% DE APROVEITAMENTO

Redação: Lucas Sommer Goulart / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Grêmio



Caiu Enderson Moreira. Após derrota em casa para o Coritiba, Presidente Fabio Koff anuncia que o técnico não faz mais parte do Grêmio. "Tantos anos na presidência do Grêmio, vivo hoje um momento inédito. Nunca vi um momento em que sai o treinador e que nós estabelecemos uma relação em meses de admiração e respeito recíprocos, eu não vivi e não vi uma situação de rompimento de relação profissional como esta. Com dignidade, respeito recíproco de um excelente profissional com o clube, que desempenhou seu trabalho com dedicação e responsabilidade, respeito ao clube e do elenco”.

Mas antes de Koff, Enderson falou: "Eu saio com a convicção de que todos fizeram o melhor. Não tenho nenhum tipo de queixa. O Grêmio está no caminho certo. Falta dar a liga suficiente para conquistar aquilo que tem pela frente. Vida que segue".

Rui Costa disse que o clube tem urgência em contratar um novo técnico, mas não há nomes. Também revelou o perfil que o clube clube busca e que não fará uma substituição paliativa: "Não podemos fazer substituição paliativa, tem de ser com um profissional que ingresse no vestiário com força. A dificuldade é achar um profissional de alto nível que possa substituir o Enderson, que teve uma relação muito honesta conosco nesses seis meses. Mas o futebol é assim, e as coisas não aconteceram". 

Com 35 jogos, 19 vitórias, 9 empates e 7 derrotas, Enderson Moreira sai com um aproveitamento de 59%. O Grêmio não mantém um técnico no comando por mais de 1 ano desde 2007. Mano Menezes era o comandante.

Muitos nomes são especulados. Mas por enquanto, André Jardine, técnico do sub-20, e Luiz Gabardo Junior, do sub-17, assumem interinamente. Segundo o jornalista João Batista Filho, Jardine já estava de sobreaviso desde sexta-feira. André tratou de planejar como será a próxima semana de treinamentos do clube, que começa na terça-feira às 10h com a reapresentação dos jogadores..

CRÔNICA, GOLS COLETIVAS: GRÊMIO 2X3 CORITIBA

Redação e Produção: @rsesporte_com / Fotos: Google Imagens / Vídeo: YouTube



Em uma partida cheia de alternativas, o Coritiba surpreendeu o Grêmio e venceu o Tricolor Gaúcho por 3 a 2, neste domingo, na Arena. Os centroavantes Zé Love e Barcos deixaram o jejum para trás e marcaram dois gols cada, mas foi Alex, no último lance da partida, que deu ao Coxa a vitória, que irritou a torcida gremista em Porto Alegre.

O Grêmio não conseguiu se impor no primeiro tempo. Pressionou nos primeiros minutos, mas logo começou a errar passes e ceder campo para o Coritiba criar perigo em mais de uma oportunidade, frustrando seu torcedor. O segundo tempo foi bem mais movimentado: o Coxa abriu o placar cedo, o Grêmio chegou à virada, mas cedeu o empate numa bola parada. A equipe gaúcha tentou a pressão em busca do terceiro gol, mas numa desatenção, tomou o terceiro, no último lance do jogo.

O Grêmio, que com a derrota cai para o 10º lugar, com 19 pontos, volta a campo no próximo sábado, contra o Vitória, em Salvador. Já o Coxa, 17º, com 10 pontos, receberá o Corinthians, no domingo.

Veja os gols:



Coletivas:



Enderson Moreira: "Eu saio com a convicção de que todos fizeram o melhor. Não tenho nenhum tipo de queixa. O Grêmio está no caminho certo. Falta dar a liga suficiente para conquistar aquilo que tem pela frente. Vida que segue. Peço esculpas ao torcedor pelas situaçoes que não deram certo".


Fábio Koff: "Tantos anos na presidência do Grêmio, vivo hoje um momento inédito. Nunca vi um momento em que sai o treinador e que nós estabelecemos uma relação em meses de admiração e respeito recíprocos, eu não vivi e não vi uma situação de rompimento de relação profissional como esta. Com dignidade, respeito recíproco de um excelente profissional com o clube, que desempenhou seu trabalho com dedicação e responsabilidade, respeito ao clube e do elenco”.


Rui Costa: "Não podemos fazer substituição paliativa, tem de ser com um profissional que ingresse no vestiário com força. A dificuldade é achar um profissional de alto nível que possa substituir o Enderson, que teve uma relação muito honesta conosco nesses seis meses. Mas o futebol é assim, e as coisas não aconteceram".

Celso Roth: "Nós merecíamos uma vitória como a de hoje, diante do Grêmio, um adversário complicado. Fizemos um jogo muito bom, equilibrado, e tivemos inteligência para sair das situações mais difíceis. Existe um livro que foi lançado a um tempo no Brasil, chamado Números do Jogo, co posto por 20 anos de pesquisa sobre o futebol europeu. Nele está descrito que 50% do que acontece no futebol faz parte do imponderável. Uma hora essa sorte ia nos ajudar, porque nós trabalhamos muito e felizmente isso aconteceu hoje”.

Ficha técnica:

Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS) / Data: 27 de julho de 2014, domingo / Horário: 18h30 (de Brasília) / Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG) / Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago e Guilherme Dias Camilo (ambos de MG) / Cartões amarelos: Luccas Claro, Norberto (Coritiba); Luan e Matías Rodriguez (Grêmio) / Gols: (Coritiba) Zé Love (aos 3 e aos 27 minutos do segundo tempo)e Alex (aos 48 minutos do segundo tempo); (Grêmio) Barcos (aos 11 e aos 19 minutos do segundo tempo)

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Pará, Rhodolfo, Geromel e Saimon (Matías Rodríguez); Ramiro (Rodriguinho), Riveros, Giuliano, Fernandinho (Jean Deretti) e Luan; Barcos.

Técnico: Enderson Moreira

CORITIBA: Vanderlei, Norberto, Welinton, Luccas Claro e Dener Assunção; Germano, Baraka, Robinho (Élber) e Alex; Dudu (Keirrison) e Zé Love (Hélder).

Técnico: Celso Roth

JUVENTUDE PERDE PARA O MADUREIRA NO JACONI

Redação: Lucas Sommer Goulart / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Arthur Dallegrave/GloboEsporte.com

O Juventude cai na tabela. Em noite gelada na Serra gaúcha, a equipe comandada por Roger Machado perdeu para o Madureira por 2x0. Os termômetros marcavam 2ºC. O Juventude teve mais posso de bola, mas a equipe carioca foi mais objetivo e mereceu a vitória. Aos 20min o Madureira abriu o placar com Felipe Augusto. Nos acréscimos, Gilson recebeu cruzamento de Lorran e marcou o 2 a 0.
Com o resultado, o Juventude está em 6º com 12pts, os mesmos do 4º colocado Guaratinguetá. O Madureira é o 7º, agora com 11 pontos.
Ficha Técnica:
Estádio Alfredo Jaconi (Caxias do Sul-RJ)
Árbitro: Leonardo Sigari Zanon (PR)
Assistentes: Pedro Martinelli Christino (PR) e Marcos Rogério da Silva (PR)
Cartões amarelos: Juliano, Rafael, Dirceu e Macena (JUV); Luiz Paulo, Victor e Gilson (MAD) 
Cartão vermelho: Macena 48'/2ºT (JUV)
Gols: Felipe Augusto 20'/1ºT (0-1); Gilson 47'/2ºT (0-2)

Juventude: Airton; Juliano (Alexander 39'/1ºT), Rafael Pereira, Claudinho e Julinho; Matheus, Itaqui (Guilherme 39'/1ºT), Lucas, Douglas (Diego Miranda 17'/2ºT) e Diogo Oliveira; Macena.
Técnico: Roger Machado

Madureira: Jonathan; Felipe Cordeiro, Aislan, Thiago Cardoso e Luiz Paulo; Gilson, Victor Bolt, Ryan e Evandro (Carlinhos 44'/2ºT); Rodrigo Pinho (Wendel 13'/2ºT) e Felipe Augusto (Lorran 30'/2ºT).
Técnico: Leston Júnior

BRASIL VENCE CABOFRIENSE E MANTEM 100% NA SÉRIE-D

Redação: Victor Thompsen / Produção: @rsesporte_com / Fotos: Carlos Insaurriaga



O sonho Xavante de retornar a Série-C  vai ficando cada dia mais perto, depois de derrotar o Ituano na estreia da série-D, o Rubro Negro encarou o Cabofriense neste domingo, em Gravataí, já que não podia mandar a partida no Bento Freitas por conta de uma punição, e mais uma vez saiu com os três pontos. Com gols de Felipe Garcia e Cirilo o Xavante fez  2 a 1 nos cariocas, que só descontaram com Luizão.

Com a vitória o Brasil assumiu a liderança isolada do grupo 7 da série-D com 6 pontos, na próxima rodada o Brasil enfrenta o Maringá no Paraná, a partida será no domingo (30/08) às 16 Horas.

O jogo foi muito disputado e teve as melhores chances para o Brasil, com boa atuação, o lateral esquerdo Rafael Forster criava as melhores chances do Brasil. Nome da partida o lateral viu Felipe Garcia na entrada da área aos 23 minutos, e o atacante não perdoou, arriscou um chute forte que desviou na defesa e matou o goleiro Rodolfo.

Aos 37, Felipe Garcia tocou para Márcio Hahn. O meia, na entrada da área, encobriu o goleiro e acertou a trave. No rebote, Nena furou a bola e perdeu boa chance de ampliar o placar.No finalzinho, mais uma chance Xavante. Raulen foi lançado por Felipe Garcia e arriscou de fora da área, mas a bola passou pelo goleiro Rodolfo e foi pra fora. Os cariocas só assustaram com Arthur que em grande jogada fez fila e mandou para fora.

Na segunda etapa Forster quase ampliou nos primeiros segundos, em cobrança de falta o lateral acertou o poste. Pouco tempo depois a Cabofriense assustou em chute de Arthur. A resposta xavante foi com Felipe Garcia que obrigou Rodolfo a fazer grande defesa.

A partida estava no controle do Brasil e aos 17 minutos Cirilo ampliou o placar. Em cobrança de falta de Forster a bola desviou dos três homens da barreira e foi parar na cabeça de Cirilo, que ampliou o placar. Gol Xavante.

Logo em seguida, quase gol do Cabofriense. Filipe cruzou para Jones, que cabeceou na pequena área e Eduardo Martini evitou o gol. Aos 21, Cabofriense descontou após escanteio. Martini, que havia salvado o Xavante segundos antes, não conseguiu impedir. Leo Silva desviou de cabeça e Luizão descontou.


Aos 25 minutos, Filipe Souza levou o segundo amarelo e foi expulso. Aos 33 minutos, Rodolfo pegou mais uma. Dessa vez foi Alex Amado, marcado, que cabeceou. No fim o Brasil segurou a pressão do Cabofriense e levou mais uma vez seus 3 pontos.

Ficha técnica:

Local: Estádio Antônio V. Ramos, em Gravataí (RS) / Data: 27 de julho de 2014 (domingo) / Horário: 16 horas (de Brasília) / Árbitro: Thiago de Alencar Gonzaga (MS) / Assistentes: Neuza Ines Back (SC) e Helton Nunes (SC) / Cartões amarelos: Filipe (2x) (Cabofriense); Leandro Leite (Brasil) / Cartões vermelhos: Filipe (Cabofriense) Gols: Felipe Garcia e Cirilo (Brasil); Luizão (Cabofriense).

Brasil: Eduardo Martini, Raulen (Ricardo Schneider), Cirilo, Ricardo Bierhals, Rafael Forster, Leandro Leite, Washington, Márcio Hahn, Felipe Garcia, Nena (Zotti), Alex Amado
Técnico: Rogério Zimmermann

Cabofriense: Rodolfo, Filipe, Luizão, Pessanha, Leandro (Marcelo Regis), Léo Silva, Caio Cezar, Marcel (Ernani), Eberson, Arthur (Caio Cezar), Jones.
Técnico: Alexandre Barroso